13 DE OUTUBRO

DIA DO FISIOTERAPEUTA E DO
TERAPEUTA OCUPACIONAL

Fisioterapeutas são profissionais que tratam de pacientes com dificuldades respiratórias, dores musculares e dificuldades nos movimentos, principalmente da coluna vertebral, através da manipulação de partes afetadas do corpo e de exercícios.

As atividades dos fisioterapeutas incluem criar e aplicar exercícios para:
• aumentar a capacidade respiratória de pacientes com problemas respiratórios;
• desenvolver a capacidade física e motora de bebês e crianças com problemas neurológicos;
• estimular a musculatura e treinar a coordenação motora de pessoas idosas e com deformações, artrites, reumatismo e outros problemas nas articulações;
• evitar problemas circulatórios e posturais em gestantes e fazer treinamento para o parto;
• promover a recuperação motora de doentes com seqüelas de traumatismo craniano, derrame cerebral ou paralisia;
• tratar deformidades da coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de fortalecimento da musculatura, a chamada reeducação postural global (RPG).
Além disso, usam recursos como eletricidade, calor e frio, raios laser, ultravioleta ou infravermelhos e exercícios na água para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e luxações. Atuam também na área da medicina estética, auxiliando cirurgiões plásticos no processo de recuperação de pacientes.

Ao contratar um Fisioterapeuta, exija sua identificação do Crefito (Conselho Regional de Fisioterapia). Existem muitas pessoas exercendo esta profissão ilegalmente, sem nenhuma formação, causando prejuízos sérios à saúde das pessoas.
Caso aconteça isso com você, denuncie:
Crefito - Rua Moraes e Silva 129 Maracanã Rio de Janeiro cep:20271-031 email:crefito2@crefito2.org.br
Tel: 2568-8060/ 2569-9588/ Fax: 2264-0956

LEMBRE-SE: Acidentes não acontecem por acaso.

As quedas podem causar desde lesões leves, até graves, como as fraturas e contusões cerebrais. Para quem sofre de osteoporose, o risco de fratura é maior e a recuperação mais difícil. As quedas podem ser resultado de problemas de visão, deformidade dos pés, redução de força muscular, uso de medicamentos que afetam o equilíbrio, labirintite, esclerose múltipla, Parkinson, derrame cerebral, arritmia cardíaca, Alzheimer, etc.

Prevenir quedas é de fundamental importância. Quando houver indicação médica de exercícios físicos, eles devem ser planejados pelo fisioterapeuta. A fisioterapia reduz o risco de quedas por melhorar o equilíbrio, marcha, flexibilidade, força muscular, etc.

Dicas para evitar quedas:

- Use sapatos fechados e evite solas lisas.
- Coloque tapetes de borracha no banheiro. Para o idoso, melhor será usar pegador (barra de segurança) ou um banco no boxe.
- Espere o ônibus parar completamente, para subir ou descer.
- Sugestão: Para percorrer pequenos trajetos, prefira caminhar. Isso vai te fazer muito bem, acredite!
- Evite móveis e objetos pelo meio da casa.
- Não encere a casa.
- Fixe bem os tapetes para que eles não escorreguem.
- Ilumine bem sua casa. Ao dormir, deixe acesa a luz do corredor para auxiliar na visão.
- Ao subir ou descer escadas, segure bem no corrimão.
- Quando se levantar da cama, fique algum tempo sentado antes de ficar de pé.
- Consulte seu médico regularmente.

Enviado por: Rosane Xavier - Fisioterapeuta

TERAPEUTA OCUPACIONAL

Terapeutas ocupacionais são profissionais da área da saúde que tratam, através de programas de atividades físicas ou artísticas, de pessoas que apresentam disfunções relacionadas à alimentação, trabalho, higiene, forma de se vestir, que interferem na realização das atividades do dia-a-dia.

Os pacientes são portadores de deficiências físicas e/ou mentais, crianças com dificuldades de aprendizado, vítimas de acidentes, portadores de cardiopatias, tetraplégicos, idosos com problemas físicos e mentais decorrentes da idade, pessoas que tiveram membros amputados, alcoólatras, drogados, aidéticos, deficientes visuais e auditivos. Os terapeutas — arteterapeutas, musicoterapeutas, etc. — elaboram programas de atividades físicas que estimulam a criatividade, o ajustamento vocacional, emocional e a reabilitação física, com o objetivo de reintegrar seus pacientes à sociedade.

As atividades dos terapeutas ocupacionais estendem-se por diversos campos da área de saúde, incluindo:
• avaliar pacientes para elaboração do diagnóstico e das atividades a serem desenvolvidas; elaboração do diagnóstico;
• elaborar programas baseados em técnicas terapêuticas e recreativas, que desenvolvam a atividade mental como pintar, brincar, cantar, tocar instrumentos, interpretar textos e praticar expressão corporal;
• orientar atividades praticadas e estimular pacientes durante os programas;
• reavaliar pacientes sistematicamente a fim de reajustar ou alterar as condutas terapêuticas de acordo com a resposta do paciente à determinada terapia.

Webdesigner: Lika Dutra

Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões.

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um "Velho Amigo"?
Clique Aqui

<< Clique Aqui para voltar