28 DE OUTUBRO

DIA DE SÃO JUDAS TADEU

(PATRONO DAS CAUSAS DESESPERADAS)

São Judas, designado por Tadeu (que significa o corajoso), é um dos Doze Apóstolos escolhidos por Jesus para o acompanhar na Sua vida pública. Irmão de S. Tiago Menor, primo de Jesus, seguiu o Divino Mestre de perto e depois do dia de Pentecostes dedicou-se à pregação do Evangelho na Judéia, Samaria, Mesopotâmia (hoje região do Iraque) e na Pérsia, aonde viria a morrer martirizado, juntamente com o Apóstolo São Simão, apelidado «o Zelote». Costuma ser representado com uma moca ou cacete na mão porque foi assassinado à paulada. O seu corpo foi trazido para Roma, onde é venerado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Papa Paulo III concedeu indulgência plenária a quem visitar o seu túmulo no dia da sua festa, que a Igreja fixou no dia 28 de outubro.

Por causa da traição de Judas Iscariotes, o nome de Judas (que significa Deus seja louvado) veio a cair no opróbrio, devotando os cristãos tal horror e desprezo por aquela designação que o termo Judas passou a ser usado como equivalente de traidor, criminoso, assassino, homem desprezível ou diabólico. Narra Santa Brígida que Nosso Senhor quis reparar tal estado de coisas e fazer justiça a nome tão belo e sublimemente usado por Seu primo materno. Numa aparição àquela famosa santa sueca, Jesus, num momento difícil, disse-lhe para recorrer a São Judas Tadeu, pois ele queria ajudar os seus irmãos neste mundo. A influência das revelações de Santa Brígida estendeu-se desde a Idade Média ate os dias de hoje e é por isso que muitos cristãos passaram a recorrer a São Judas, a exemplo de Santa Brígida. Tais foram e têm sido os favores espetaculares do Santo que a sua fama alcançou todo o mundo católico, tornando-se conhecido na tradição cristã como o advogado das causas consideradas perdidas, desesperadas, angustiosas ou muito difíceis de resolver satisfatoriamente.

Poderoso patrono das causas difíceis e desesperadas

Assim, desde o século XIV, S. Judas éinvocado nos casos difíceis e a experiência provou o poder da sua intercessão nas circunstâncias em que, esgotados todos os meios humanos, as causas parecem totalmente perdidas ou desesperadas.

Um escritor eclesiástico assegura que “entre os devotos de S. Judas, poucos há que não tenham recebido provas especiais da sua assistência nas doenças, nos assuntos mais difíceis e mesmo no desespero, nos temores, nos desgostos, nas calúnias, na pobreza, na miséria, e nas ocasiões em que toda a esperança humana parecia perdida”. S. Bernardo de Claraval tinha uma enorme devoção ao santo Apóstolo. Depois de ter conservado e honrado durante toda a sua vida uma relíquia do Santo, ordenou que, quando morresse, lhe pusessem sobre o coração e assim o enterrassem.

Dizia que não queria se separar daquele que tinha sido um poderoso protetor da sua pureza e o seu auxílio em todas as dificuldades.

Como São Bernardo, muitos têm encontrado no patrocínio de São Judas o alívio que há muito procuravam. A capela com a sua imagem na Basílica dos Mártires, em Lisboa, prova bem o agradecimento de inúmeras almas, que, aflitíssimas, a ele recorreram com eficácia. Mas capelas por todo o mundo atestam o mesmo fato. Ele entrou na devoção dos povos católicos e tem marcado a sua presença ao longo dos séculos com poderosos favores.

Como recorrer a S. Judas?

É a oração persistente, humilde, com confiança, que atrai o milagre. E é assim que se deve ir a São Judas: com preces, missas, novenas, visitas as suas capelas ou igrejas onde esteja a sua imagem e, também, muito especialmente, com esmolas.

Será muito útil aos que recorrerem à intercessão do Santo Apóstolo, que dêem em sua honra uma esmola ou façam outra Obra de Misericórdia. Nada nos atrai tanto o auxílio de Deus e a proteção dos Santos como este procedimento. Que graças magníficas e extraordinárias não concedeu Santo Antônio àqueles que lhe prometeu pão para os pobres! O Salvador disse: “Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”. E mais: “Usarão convosco da mesma medida que tiverdes usado para com os outros”. S. Leão assegura-nos que a oração tem maior eficácia diante de Deus, quando as obras de misericórdia a acompanham.

De fato, a esmola, recomendada pela Sagrada Escritura, é uma das obras que mais satisfaz a justiça divina. O Arcanjo S. Rafael dizia a Tobias que a esmola livra da morte, apaga o pecado e obtém-nos a graça do Céu. O Eclesiastes ensinava já esta verdade: “A esmola aniquila o pecado como a água extingue o fogo”. Abri a vossa mão ao pobre, para que o vosso sacrifício fique completo. Um autor eclesiástico escreve: “Se não houvesse pobres, os pecados graves e numerosos não seriam perdoados. Os pobres são os médicos das nossas feridas espirituais. Nunca daremos aos pobres tanto quanto recebemos deles; porque, por um copo de água que lhes dermos, eles oferecem-nos um direito de entrada no Céu”.

Escutemos S. Vicente de Paulo: “Quem poderá medir o amor infinito do Filho de Deus pela pobreza? Ele quis nascer num humilde estábulo, para ser o pai dos pobres e diz em seguida, claramente, que tudo o que lhes fizessem o encararia como feito a Ele mesmo. Convém, pois, amar os pobres com uma caridade especial, vendo Jesus Cristo neles, e estimando-os como Ele os estima”.

Diante de Deus, todos somos mendigos. O que possuímos é uma esmola que recebemos da Sua Mão. Mas é preciso que Deus nos possa reconhecer como tais, para que nos dê sempre mais. “Ele fa-lo-á – diz Santo Agostinho – se vir que somos bons para os pobres”. Exercera a divina perfeição da Sua Misericórdia conosco. Muitos santos e sábios tiveram essa experiência. Um santo sacerdote, pregando numa tarde, aconselhou ao mais infeliz dos seus auditores que fizesse uma obra de misericórdia, com a confiança de que Deus viria em seu auxilio. No dia seguinte de manhã, um senhor rico veio ter com ele e disse-lhe: “Eu era ontem à tarde o mais infeliz dos ouvintes do seu sermão (ao mesmo tempo mostrava-lhe uma corda que tinha arranjado para se enforcar); segui o seu conselho e deitei no prato da coleta uma moeda de ouro. Imediatamente me senti transformado. Agora peço-lhe que me ouça em confissão, para reencontrar a felicidade”.

A Santíssima Virgem, que é tão poderosa, ajudar-nos-á se formos misericordiosos. Coloquemos obras de misericórdia nas suas mãos e Ela nos recompensará com graças especiais. “Quem semeia a misericórdia colherá o milagre".

ORAÇÕES A S.JUDAS TADEU

Oração para se rezar nas situações difíceis
(Pode-se rezar como Novena, sempre acompanhada pela Ladainha)

Glorioso S. Judas, ilustre Apóstolo e mártir de Jesus Cristo, resplandecente de virtudes e de milagres, fiel e pronto advogado dos que vos veneram e têm confiança em vós, vós sois o patrono e o poderoso auxílio nas situações difíceis. Por isso, eu recorro e recomendo-me a vós.
Vinde em meu auxílio, eu vos suplico, com a vossa poderosa intercessão, pois obtivestes de Deus o privilégio de ajudar os que perderam toda a esperança. Dignai-vos baixar os vossos olhos sobre mim; a minha vida é uma vida de cruz, os meus dias, dias de angústia, e o meu coração um mar de amargura. Todos os meus caminhos estão cobertos de espinhos e quase não tenho um lugar de repouso. Não me abandoneis nesta triste situação. Não vos deixarei enquanto não me tiverdes atendido. Apressai-vos a socorrer-me. Ficar-vos-ei reconhecido o resto da minha vida, reverenciar-vos-ei sempre como meu patrono especial e prometo-vos espalhar o vosso culto e a força do vosso nome. Assim seja.

Ladainha do Apóstolo S. Judas Tadeu
(Para a recitação privada)

Senhor, tende piedade de nós,
Jesus Cristo, tende piedade de nós,
Senhor, tende piedade de nós,
Jesus Cristo, ouvi-nos,
Jesus Cristo, atendei-nos,
Pai do Céu, que sois Deus, tende piedade de nós,
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós,
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós,
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós,
S. Judas Tadeu, amigo de Jesus e de Maria, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que fostes digno de ver Jesus e Maria e de usufruir dos Seus doces colóquios, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que fostes elevado à dignidade de Apóstolo, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que tivestes a honra de ver o vosso Divino Mestre abaixar-se até vos lavar os pés, rogai por nós,

S. Judas Tadeu, que na Última Ceia recebestes a Sagrada Eucaristia das mãos do próprio Jesus, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que depois da dor cruel que vos causou a morte do Vosso Mestre bem-amado tivestes a consolação de O ver ressuscitado e de assistir a Sua gloriosa Ascensão, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que fostes cheio do Espírito Santo no dia de Pentecostes, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que convertestes a Fé povos inumeráveis, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que operastes prodígios espantosos por virtude do Espirito Santo, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que anunciastes a Boa Nova da salvação aos pobres, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que destes a vida de Deus batizando os que se abriam à Fé, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que alimentastes os primeiros cristãos com o Corpo e Sangue de Cristo, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que desprezando as ameaças dos ímpios, pregastes sem medo os dogmas da Fé, rogai por nós,
S. Judas Tadeu, que tivestes a felicidade de morrer sob os golpes dos inimigos, para glória do vosso Divino Mestre, rogai por nós.
Nós vos invocamos com confiança:
Que por vossa intercessão a Igreja cresça em zelo ardente na Fé de Jesus Cristo, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que os povos conservem a paz, fruto da Obediência a Deus, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que os homens conheçam Jesus Cristo, o Caminho, a Verdade e a Vida, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que a Fé, a Esperança e a Caridade aumentem nos nossos corações, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que sejamos libertados dos maus pensamentos, das emboscadas do demônio, e das situações aflitivas, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Dignai-vos cobrir com a vossa proteção todos os que vos honram, livrando-os dos males do mundo e do Inferno, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Dignai-vos preservar-nos do pecado e da ocasião do pecado, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que possamos expiar, antes da morte, todos os pecados, pela virtude dos divinos Sacramentos, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Dignai-vos defender-nos na hora fatal contra a raiva dos demônios, e agora dos nossos inimigos, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que possamos obter da Divina Justiça uma sentença favorável, atendei-nos, nós vos suplicamos,
Que possamos entrar finalmente na mansão dos vivos e gozar das delícias eternas no Céu, atendei-nos, nós vos suplicamos.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor,
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor,
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós, Senhor.
S. Judas Tadeu, rogai por nós,
E por todos os vossos devotos.

Oremos:

Glorioso Apóstolo e Mártir de Jesus, S. Judas Tadeu, que difundistes a Fé no seio das mais bárbaras e mais longínquas nações, e que gerastes inúmeros povos para Jesus Cristo pela virtude da vossa palavra santa, fazei, eu vos suplico, que renuncie desde este dia ao hábito do pecado, que seja preservado dos maus pensamentos, que obtenha sempre o vosso auxílio nas situações desesperadas, e que chegue, por fim, a essa Pátria Celeste onde é adorada a Santíssima Trindade, um Único Deus em Três Pessoas, Pai, Filho e Espirito Santo. Amen.

OUTRAS ORAÇÕES A S. JUDAS TADEU
Prece

(Que pode ser rezada como Novena com a Ladainha)

S. Judas Tadeu, glorioso Apóstolo, fiel servidor e amigo de Jesus, muitos cristãos vos invocam como o patrono especial das causas desesperadas: rogai por mim. Rogai por mim para que eu receba a consolação e o auxílio do Céu nas minhas tribulações e angústias, em particular (...) e para que, por fim, bendiga o nosso Deus, por toda a Eternidade, convosco e com todos os eleitos. Assim seja.

Louvor e Agradecimento

Ó dulcíssimo Senhor Jesus, em união com o louvor celeste, inefável, com o qual a Santíssima Trindade se louva a si mesma e que se repercute sobre a vossa Humanidade bendita, sobre Maria, os Anjos e os Santos, eu Vos louvo, Vos exalto e Vos bendigo por todos os favores e por todos os privilégios que concedestes a S. Judas Tadeu, escolhendo-o para vosso Apóstolo. Pelos seus méritos, peço-Vos que me concedais a Vossa graça e que, por sua intercessão, me fortifiqueis e me defendais da ação dos meus inimigos e na hora da morte. Assim seja. (3 Pai Nosso, 3 Ave Maria, 3 Glória ao Pai).

Oração diária a S. Judas Tadeu

O S. Judas Tadeu, recordo-vos a felicidade que sentistes quando o bom Mestre vos ensinou, a vós e aos outros Apóstolos, a oração do Pai Nosso. Por essa alegria, peço-vos que me obtenhais a graça de ser, até o fim, um fiel discípulo do Salvador. (Pai Nosso)

Oração em honra de S. Judas Tadeu, Apóstolo

Senhor Jesus, Tu escolheste S. Judas entre os teus Apóstolos e fizeste dele, para o nosso tempo, o Apóstolo das causas desesperadas. Agradeço-Te por todos os benefícios que me concedeste por sua intercessão e peço-Te que me concedas a Tua graça nesta vida para que possa participar um dia, na Tua glória, na alegria eterna. Amém.

Webdesigner: Lika Dutra
Correção: Anna Eliza Fürich

Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões.

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um "Velho Amigo"?
Clique Aqui