DICAS DE BELEZA

RESSALVA

Não sou médica e, mesmo se fosse, não poderia dar uma resposta sem fazer uma consulta pessoal. 
Sugiro ainda que não aceitem consultas virtuais.

VAI AO SALÃO DE BELEZA OU MALHAR?

MULHERES ACIMA DO PESO, MAS COM UM CHARME EXTRA

Vai ao salão de beleza? - Saiba os cuidados

Num país abençoado pela beleza como o Brasil, é raro encontrar uma mulher que não dedique algumas horas na semana para fazer as unhas, colorir e estilizar os cabelos, fazer depilação ou se maquilar. Ótimo! Porém, tudo isso, que a princípio pode parecer inofensivo, pode trazer grandes transtornos, se alguns cuidados fundamentais não forem adotados.

Vou falar dos cuidados com as duas rotinas estéticas mais adotadas. Fique atenta a estas dicas importantes, para ficar bonita sem contrair micoses e alergias, depois de freqüentar o seu salão ou clínica de estética.

Na manicure e pedicuro:

O problema mais grave é a onicomicose, infecção que atinge as unhas, causada por fungos. Tesouras ou alicates contaminados são fontes comuns de transmissão de micoses causadas por fungos.

Para evitar esta doença de difícil e prolongado tratamento, tenha seu próprio material de cutelaria e leve-o em cada visita. Não se esqueça de realizar a esterilização em casa, após cada sessão.

Para evitar qualquer tipo de contaminação desse tipo, mantenha as cutículas para proteger a matriz da unha. Para afinar as regiões mais espessadas, peça para a profissional aplicar um creme especial para cutículas, massagear suavemente até a completa absorção e remover somente os cantos endurecidos e a pele solta, com o auxílio do seu alicate.

Não use chinelos, luvas ou recipientes para deixar mãos e pés "de molho", pois estes também são vetores de transmissão de microorganismos patogênicos. A Tínea interdigital, popularmente conhecida como frieira, pode ser facilmente transmitida por estes tipos de acessórios.

Na depilação:

Os fungos estão em toda parte, quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como calor e umidade, que alteram o equilíbrio da pele. Eles se reproduzem e passam então a causar doenças. As fórmulas “caseiras” de ceras depilatórias são excelentes meios de proliferação fúngica; misturas de mel, açúcar e limão funcionam como um banquete para os microorganismos causadores da Tínea crural, que atinge a região da virilha, formando áreas avermelhadas e descamativas com bordas bem limitadas,que se expandem para as coxas e nádegas, acompanhadas de muita coceira.

Para evitar este transtorno, só faça uso de produtos industrializados e tenha certeza de que o produto não será reaproveitado. É comum ver profissionais inescrupulosas que “coam” os pêlos removidos e depois reutilizam o produto inúmeras vezes. Imaginem o caldo de cultura de microorganismos que se forma, contaminando um monte de gente!

Higiene é fundamental para se ter beleza inteligente!

Autora: Sonia Corazza

Mulheres acima do peso, mas com charme extra

Já está dada a largada para a temporada de Verão/2006. Nas passarelas, o que se verá serão corpos enxutos dentro de calças corsário, barriguinhas perfeitas, exibidas através de vestidos esvoaçantes e mini-saias sendo substituídas por shorts... Mas como uma pessoa com alguns quilos a mais pode valorizar sua beleza, vestir-se na moda e o mais importante, sentir-se bem?

Segundo a personal stylist Nina Ollive, quem está de mal com a balança deve ter em mente que a moda das magras não fará parte da sua realidade, ou pelo menos, não em todas as peças. “A pessoa tem de entender que, estando acima do peso, vai ter de descobrir truques para tornar seu guarda-roupa interessante. Uma peça que pode ser usada por magras, e que fica muito bem nas gordinhas, é a bata que reinará nas próximas estações”, comenta Nina Ollive.

Para ela, as mulheres gordinhas devem procurar o bom senso na hora de se produzir: peças agarradas, curtas e floridas, nem pensar. Em contrapartida, roupa muito larga vai engordá-la ainda mais. “Use roupas um pouco soltas e que valorizem o que a mulher tem de bonito. Uma boa opção é deixar o colo em evidência e nada melhor do que aproveitar a moda dos bordados para tornar as peças mais cheias de vida”, ensina Nina.

Roupas soltas e com corte reto e longo causam impressão de que a pessoa emagreceu. “A roupa 'alonga' a silhueta da pessoa, fazendo com que ela pareça mais alta e magra”, comenta Nina. Além disso, é importante optar por tecidos naturais como algodão e seda, pois além de confortáveis, facilitam a transpiração.

Muito conhecidas no mundo todo por suas curvas torneadas e silhueta arredondadas, algumas mulheres brasileiras acabam parecendo mais gordinhas do que de fato são. Para disfarçar o quadril a personal stylist ensina: - "É preciso extinguir bolsos e bordados em calças ou bermudas. Bordados e outros detalhes volumosos no quadril, acabam evidenciando aquilo que a mulher quer disfarçar. Saias evasês, sem pregas ou balonê, com cores escuras e lisas mascaram o quadril. “Outra opção legal é abusar dos acessórios, como colar, brincos, sapatos, bolsas e óculos.Quando não podemos esconder aquilo que nos incomoda a melhor forma é não chamar a atenção para ela”, termina a personal.

Fone: Nina Ollive, personal stylist

Vai "malhar"? - É preciso saber se alimentar!

A alimentação dos que praticam atividades físicas deve conter, em grande parte, alimentos que forneçam carboidratos, fontes de glicose. Eles são os principais combustíveis do nosso corpo e cérebro.

Cerca de 50 a 65% do total de calorias de uma alimentação saudável devem ser provenientes de alimentos ricos em carboidratos (pães e cereais integrais, macarrão, tubérculos, legumes e frutas).

Nosso corpo estoca glicose no músculo e no fígado sob a forma de glicogênio. Esse estoque é limitado, por isso fique "ligado" no consumo de carboidratos quando for se exercitar.

Se o combustível (glicose) faltar, o corpo desvia o metabolismo e produz energia a partir de proteínas e estas deixam de cumprir sua principal função, reparadora e plástica, de construção e manutenção das fibras musculares.

Quando e o que comer:

4 horas ou mais antes e 4 horas após os exercícios

Arroz, carnes magras e frutas;
Lanches de peito de peru com folhas e tomate;
Massas ao molho de tomate com carnes magras;
Queijos magros, leite ou iogurte desnatado;
Biscoitos ou bolo simples;
Barra energética ou protéica;
Frutas frescas ou secas (passas, damasco);
Sucos de frutas;
Água de coco;
Água.
2-3 horas antes e 2 horas após os exercícios

Cereais com leite ou iogurte desnatado;
Pães, biscoitos sem recheio, batatas assadas ou cozidas, bolo simples;
Frutas frescas ou secas;
Barra energética ou protéica;
Água de coco;
Água.
1 hora ou menos antes e 30 minutos após os exercícios

Barra energética ou protéica;
Frutas frescas ou secas;
Suco de frutas;
Água de coco;
Água.

"As informações fornecidas não são individualizadas. Portanto, o nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar um tratamento e/ou acompanhamento nutricional."
Autora: Marília Fernandes, Nutricionista

Webdesigner: Lika Dutra
Revisão: Anna Eliza Fürich
aefuhrich@gmail.com

Para acessar matérias anteriores,
clique na caixa abaixo.


Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um
"Velho Amigo"?

Clique Aqui