DICAS DE SAÚDE

RESSALVA

Não sou médica e, mesmo se fosse, não poderia dar uma resposta sem fazer uma consulta pessoal. 
Sugiro ainda que não aceitem consultas virtuais.

VASECTOMIA

A vasectomia é a ligadura dos canais deferentes no homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto (saco). Não precisa de internação. É uma cirurgia de esterilização voluntária definitiva e, por isto, o homem tem de ter certeza absoluta que nunca mais poderá ter filhos.
A vasectomia é uma operação realizada nos homens. E consiste em cortar os canais deferentes para evitar que os espermatozóides possam se unir com o óvulo. É feito um pequeno corte nos testículos, usando anestesia local - dura cerca de 20 minutos.

Essa cirurgia não é aconselhada para homens que estejam inseguros sobre a decisão de não mais ter filhos, para solteiros e também no caso de ter menos de 35 anos.

A operação é bastante segura, não interfere nas relações e nem no desejo sexual e também não é mais necessário se preocupar com outros métodos anticoncepcionais.

Como toda cirurgia, a vasectomia possui algumas desvantagens:

- É irreversível e permanente, portanto a decisão por vasectomia precisa ser bem pensada pelo casal.
- Não oferece proteção imediata por isso é necessário utilizar, por um tempo, outros métodos até que os espermatozóides armazenados sejam expelidos (30 ejaculações).
- O homem pode sentir um pouco de desconforto durante e depois da cirurgia;
- Depois da operação pode ocorrer infecções - que são tratadas pelo médico.
EFICÁCIA: o fracasso varia de 3 pessoas entre mil por ano.

Reversão de Vasectomia

A Vasectomia representa um dos métodos contraceptivos mais utilizados em todo o mundo. Estima-se que a vasectomia representa 8% de todos os métodos contraceptivos utilizados no mundo todo.
Em contra-partida, 6% dos homens vasectomizados procuram auxílio médico para serem pais novamente.

As causas mais frequentes que levam um paciente vasectomizado a reverter essa situação são:
- novo casamento;
- morte de filho(s);
- desejo de uma nova criança na mesma relação;
- intolerância psicológica à esterilização.

Embora a reversão da vasectomia possa ser feita sem o auxílio do microscópio, os melhores resultados são obtidos com a microcirurgia.

Fatores prognósticos pré-operatórios:

Um dos fatores mais importantes no sucesso da reversão da vasectomia, considerando-se a concepção futura por reprodução natural, é sem dúvida o tempo da vasectomia.

Este aspecto deve ser amplamente discutido com o casal dando-se ênfase especial aos dados femininos.

Junto com a camisinha, é uma das formas de um homem evitar a gravidez da parceira. Trata-se de um procedimento cirúrgico por meio do qual se ocorre interrupção de dois canais (chamados deferentes), impedindo a saída dos espermatozóides dos testículos.

A cirurgia é feita com anestesia local e não necessita de internação. Por ser definitiva, só deve ser feita por homens que tenham a certeza de não quererem mais ter filhos.

Como é uma intervenção feita diretamente no escroto, existem vários mitos em torno na vasectomia: o risco de impotência, por exemplo. Não é verdade. A cirurgia não altera em nada o prazer ou a potência sexual de um homem. Tanto a vasectomia, quanto a laqueadura (cirurgia que estereliza a mulher) são regulamentadas pela Lei de Planejamento Familiar, segundo a qual só podem fazer a cirurgia somente homens e mulheres maiores de vinte e cinco anos ou com dois filhos vivos.

Tire suas dúvidas sobre Vasectomia

1 - Qual é o método de realização mais comum da vasectomia? Existe a vasectomia sem corte?

Não há vasectomia sem corte. Vasectomia é um método cirúrgico de esterilização definitiva. Consiste na interrupção da passagem dos espermatozóides pelos canais deferentes, que são dois pequenos condutos através dos quais os espermatozóides trafegam desde sua origem até a uretra prostática.

O modo mais simples de realizá-la é através de duas pequenas incisões no escroto, sob anestesia local, onde se isola e amarra os condutos deferentes, impedindo-se a condução dos espermatozóides. A cirurgia dura cerca de 30 minutos. A volta às atividades habituais dá-se em 24h.

2 - Existe muito receio por parte de alguns homens sobre como fica o apetite sexual, e a ejaculação depois de realizada a vasectomia. Esse receio tem fundamento?

Não há mudanças no orgasmo, na ejaculação ou no apetite sexual.
Relações sexuais seguras, só após cerca de 20 ejaculações e realização de um exame do ejaculado onde se comprove a não existência de espermatozóides.

Ao contrário do que muitos pensam, não leva à impotência pois não há relação entre fertilidade e desempenho sexual. A vasectomia não altera a quantidade de sêmen. Em uma ejaculação esta quantidade gira em torno de 1,5 a 5 mil, pouco menos que uma colher de chá. Esta quantidade pode variar após um período de 36 a 48 horas de abstinência.

3 - É possível reverter o processo em caso de arrependimento?

Sua reversibilidade é tão mais exequível e provável quanto mais cedo se promove a recanalização dos cabos dos ductos deferentes.

É muito mais fácil fazer do que desfazer, embora seja possível a reversão e a possibilidade de novamente ser fértil.

Aconselho uma demorada e detalhada reflexão antes da escolha pela vasectomia. Tenho vários clientes que se arrependeram após 06, 07 ou mais anos. Alguns conseguiram recuperar a fertilidade, outros, não foram tão felizes.

Sugestão de pauta: Ricardo Bittencourt
Pesquisa: Lika Dutra

Webdesigner: Lika Dutra
Revisão: Anna Eliza Fürich

aefuhrich@gmail.com

Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um
"Velho Amigo"?

Clique Aqui