HORA DA MÚSICA

VOCÊ JÁ CANTOU HOJE?

ENTÃO CANTE COM

TINA TURNER

A mulher que um dia seria Tina Turner nasceu Anna Mae Bullock em 26 de novembro de 1939 no Hospital Memorial Haywood, em Browsville.

Filha da índia negra Zelma Bullock e do pastor da Igreja Batista Floyf Richard Bullock, cujas brigas sacudiam a casa e irmã de Alline Bullock, então com três anos, que recebeu a irmã como aliada. Anna Mae seria um aborto, por isso nunca sentiu ser muito amada por seus pais, apesar de não costumar apanhar.

Abandonada por sua mãe e pouco depois por seu pai, foi obrigada a viver com seus avós paternos, enquanto sua irmã, Alline, vivia na casa de seus avós maternos junto com os primos. Sempre gostou de cantar e se destacava no coral da igreja.

Trabalhou na casa dos Henderson como babá, onde adquiriu boas maneiras. Suas companhias prediletas na adolescência, eram sua irmã Alline e sua prima e amiga íntima Margareth Curry, morta num desastre de automóvel junto com a meia-irmã de Anna, Evelyn.

Sua irmã Alline foi morar com sua mãe em Saint Louis e em 1958, Anna Mae foi também, com a intenção de trabalhar como enfermeira. Logo começou a freqüentar casas noturnas, pois sua irmã trabalhava em uma. Numa delas, conheceu Ike Turner (Izear Luster Turner, nascido a 15 de novembro de 1931), líder do grupo Kings of Rithm, encantado com sua voz forte, a encarou como um passaporte para sair de Saint Louis e logo a convidou para fazer parte da banda, Tina logo foi morar com ele, com permissão da mãe.

Ike era mulherengo, com muitos casamentos anteriores e dois filhos Ike jr. e Michael Turner, concebido com sua última mulher, Lorraine Taylor e mais tarde adotados por Anna Mae. No mesmo ano, Anna Mae deu à luz à seu filho, Raymond Craig com Raymond Hill, músico da banda, e voltou a morar com a mãe. Os "Kings of Rithm" já faziam muito sucesso em Saint Louis.

Quando estorou com "Fool in Love", dessa vez cantada pela banda "Ike and Tina Turner". Tina Turner? Ike trocou seu nome sem consultá-la. Com anemia, devido a gravidez de Ronnie Turner, filho com Ike, viajou para o México, onde se casaram. Daí pra frente foi só sucesso.

Recebiam adiantado pelos shows e músicas. Ike forçava Tina a fazer inúmeras apresentações por semana, e logo suas músicas começaram a ficar muito parecidas, não era mais o que as pessoas queriam ouvir. Ike culpava a voz de Tina pelo fracasso, as agressões físicas tornavam-se cada vez mais constantes.

Tina começava a aparecer em shows com o olho roxo e lábios inchados. Tina viveu entre altos-altíssimos e baixos-baixíssimos, num clima perturbado por brigas, e agressões durante 17 anos. Não podia abandoná-lo, pois não tinha dinheiro para viver e não podia levar seus filhos com ela.

Com o budismo, descoberto graças a uma secretária que trabalhava com a banda, Tina encontrou forças para conviver com seu marido e algoz. Tina fugiu de seu marido e logo depois se divorciou, ganhando a guarda de Ronnie, mas renunciando a tudo construído junto com Ike, apenas levando seu nome de casada.

Tina Turner morou na casa de uma amiga, mas não tinha se livrado totalmente de Ike, que atirava nos vidros da janela de sua casa e chegou até a incendiar seu carro. Sem dinheiro, Tina passou a cantar em boates e hotéis músicas de outros grupos musicais, entre eles Bee Gees e The Tramps.

Nesse período, conheceu seu atual empresário, Roger Davies. Tina estava decidida a partir pra outra, influenciada pelos Rolling Stones e David Bowie, ela agora queria cantar Rock'n'Roll. Seu visual era inadequado para esse propósito, então resolveu adotar sua cabeleira loira e espetada.

Passou dificuldades para conseguir fazer um grande show, que anunciasse seu regresso, pois para o grande público, Ike e Tina Turner não mais existiam. Tina chegou a fazer shows até mesmo na África, mas depois teve uma idéia: voltar para os E.U.A. e fazer uma apresentação solo sem cobrar cachê, apenas com o intuito de divulgar-se.

Optou por um clube chamado Ritz, investimento em publicidade foi o que não faltou e vencidos pela curiosidade, o público lotou a casa, pois todos queriam ver Tina Turner, sozinha e ainda mais, cantando rock. Foi sensação instantânea.

Finalmente Tina estava em toda parte, deu entrevistas na T.V., falou no rádio, deu incontáveis entrevistas pelo telefone. A MTV mostrava seus clips 24 horas por dia, as revistas a aclamaram como "a mais sensacional cantora de Rock'n'Roll do mundo".

Em 1984 lançou seu album "Private Dancer", cujo o grande hit era a música "What's Love Got to Do With It", subiu nas paradas até o primeiro lugar e permaneceu entre os Cem Mais durante 2 anos.

Viajou para a Austrália no mesmo ano para filmar com Mel Gibson "Mad Max - Além da Cúpula do Trovão". Mais tarde ela recusou o convite de Steven Spielberg para filmar "A Cor Púrpura". ("Eu vivi essa história", disse ela).

Ganhou dois Grammys ainda no mesmo ano, Melhor Desempenho Vocal Feminino Pop (What's Love) e Melhor Desempenho Vocal Feminino Musical Rock (Better Be Good To Me). "Segurando seu prêmio, ela agradeceu a Roger, agradeceu a Terry, agradeceu a todo mundo que sempre acreditara.

Depois, levantando o Grammy, o passado agora esquecido, o futuro um vasto horizonte de possibilidade ilimitadas, Tina arrematou: -Estamos aguardando ansiosos por muitos mais como este! A multidão, em seu clamor, deixou claro que muita gente também esperava por isso." (Fragmento de Eu, Tina)

Pesquisa: Diversos Sites
Webdesigner: Lika Dutra

CANTE AGORA COM TINA TURNER

We Don't Need Another Hero
Nós Não Precisamos De Um Outro Herói

Out of the ruins,
Fora das ruínas,

Out from the wreckage,
No lado de fora dos escombros,

Can't make the same mistake this time
Não podemos cometer o mesmo erro desta vez.

We are the children
Nós somos as crianças

The last generation
A última geração

We are the ones they left behind
Nós somos aqueles que eles deixaram para trás

And I wonder when we are ever gonna change
E eu me pergunto, quando nós vamos mudar

Living under the fear, till nothing else remains
Vivendo sob o medo, até que nada mais reste

We don't need another hero
Nós não precisamos de um outro herói

We don't need to know the way home
Nós não precisamos saber o caminho para casa

All we want is life beyond Thunderdome
Tudo o que queremos é a vida além Da Cúpula do Trovão

Looking for something
Procurando por algo [que]

We can rely on
Nós possamos confiar

There's gotta be something better out there
Tem que haver alguma coisa melhor lá fora

Love and compassion
Amor e compaixão

Their day is coming
O dia deles está chegando

All else are castles built in the air
Tudo mais são castelos contruídos no ar

And I wonder when we are ever gonna change
E eu me pergunto, quando nós vamos mudar

Living under the fear till nothing else remains
Vivendo sob o medo, até que nada mais reste

All the children say
Todas as crianças dizem

We don't need another hero
Nós não precisamos de um outro herói

We don't need to know the way home
Nós não precisamos saber o caminho para casa.

All we want is life beyond Thunderdome
Tudo o que queremos é a vida além Da Cúpula do Trovão

So what do we do with our lifes
Então, o quê fazemos com nossas vidas

We leave only a mark
Nós deixamos somente uma marca

Will our story shine like a light
Nossa estória brilhará como uma luz

Or end in the dark
Ou terminará no escuro

Give it all or nothing
Entregue a tudo ou nada

We don't need another hero
Nós não precisamos de um outro herói

We don't need to know the way home
Nós não precisamos saber o caminho para casa

All we want is life beyond Thunderdome
Tudo o que queremos é a vida além Da Cúpula do Trovão.

MAIS UMA DE PRESENTE

Private Dancer

All the men come in these places
Todos os homens que vêm a estes lugares

And the men are all the same
Todos eles (os homens) são iguais

You don't look at their faces
Você não pode olhar nos seus rostos

And you don't ask their names
Não pode perguntar seus nomes

You don't think of them as human
Você não pode pensar que eles são humanos

You don't think of them at all
Você não pode pensar nada deles

You keep your mind on the money
Você deve manter sua mente no dinheiro

Keeping your eyes on the wall
Manter seus olhos fixos na parede

I'm your private dancer, a dancer for money
Eu sou sua dançarina particular, dançarina por dinheiro

I'll do what you want me to do
Eu faço o que você quer e você paga

I'm your private dancer, a dancer for money
Eu sou sua dançarina particular, dançarina por dinheiro

And any old music will do
Pode ser qualquer música velha

I want to make a million dollars
Eu queria ter um milhão de dólares

I wanna live out by the sea
Eu queria viver do outro lado do mar

Have a husband and some children
Ter um marido e algumas crianças

Yeah, I guess I want a family
Sim, Adivinhe, Eu quero uma família

All the men come in these places
Todos os homens que vêm a estes lugares

And the men are all the same
Todos eles (os homens) são iguais

You don't look at their faces
Você não pode olhar nos seus rostos

And you don't ask their names
Não pode perguntar seus nomes

I'm your private dancer, a dancer for money
Eu sou sua dançarina particular, dançarina por dinheiro

I'll do what you want me to do
Eu faço o que você quer e você paga

I'm your private dancer, a dancer for money
Eu sou sua dançarina particular, dançarina por dinheiro

And any old music will do
Qualquer música velha serve

Deutch marks or dollars
Marcos alemães ou dólares

American Express will do nicely, thank you
American Express, por gentileza, obrigada

Let me loosen up your collar
Deixem-me perdida sobre seus colarinhos

Tell me, do you wanna see me do the shimmy again?
Diga-me, você gostaria de me ver brilhar novamente?


Esta é uma página cultural para divulgar as músicas preferidas e sugeridas pelos nossos internautas, sem nenhum interesse comercial, financeiro ou econômico, pois arcamos com todas as despesas para mantê-la no ar.
Não temos patrocínio.
Tudo o que fazemos é com muito amor para os nossos "velhosamigos".

Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um
"Velho Amigo"?

Clique Aqui