VOVÔ AMA A VOVÓ

TARAS SEXUAIS


Foto: Rafael Torres 
Página criada em 8/08/2006

Tara sexual, psicopatia sexual, perversão e fetiche são algumas das diversas denominações para o termo parafilia que, segundo o mestre Aurélio, "significa distúrbios psicossexuais em que o indivíduo sente necessidade imediata, repetida e imperiosa de ter atividades sexuais, em que se incluem fantasias com objeto não humano, auto-sofrimento, sofrimento ou humilhação, consentidos ou não, de parceiro..."

A capacidade humana de inventar meios e de utilizar objetos que provocam excitação sexual é infinita. Se fosse criada uma diferente nomenclatura pra cada ato, o rol das consideradas "taras" nunca chegaria ao fim.

Os sexólogos preferem usar o termo de "parafilia", a fim de evitar o julgamento preconceituoso, avaliando cada situação antes de classificá-la como patológica. Eles consideram patologia sexual quando a pessoa não consegue sentir prazer de outra forma que não seja a determinada por ela, visando apenas a sua fantasia individualista, tornando-se agressiva quando não é atendida.

TIPOS DE TARAS SEXUAIS

Fazer sexo em local de trabalho, no elevador, com o risco de serem vistos; desejo por virgens, adorar os cheiros de suor, do sêmen, da secreção vaginal são alguns tipos que, diferentemente dos descritos abaixo, dispensam o significado dos nomes.

Exibicionismo é quando os homens sentem prazer, exibindo seus órgãos genitais para mulheres e crianças. Mulheres, em menor escala, também praticam o exibicionismo.
Zoofilia é o termo usado para aqueles que fazem sexo com animais ou que se excitam e sentem orgasmo ao assistir cópulas de animais.
Necrofilia é a excitação sexual decorrente da visão ou do contato com um cadáver. É conhecida desde a antigüidade. Pode ser considerada sagrada em certas tribos africanas e asiáticas, bem como na chamada civilização ocidental.
Pedofilia é o desejo de fantasias sexuais com crianças pré-púberes. O sentimento de pedofilia, por si só, não constitui um crime, mas sim um estado psicológico. A pessoa pedófila torna-se criminosa quando comete atos criminosos, como abusar sexualmente de crianças ou quando possui pornografia infantil.
Pederastia é o contato sexual entre um homem e um rapaz bem mais jovem.
Bondage é um tipo específico de fetiche, geralmente relacionado com sadomasoquismo, onde a fonte de prazer consiste em amarrar e imobilizar seu parceiro ou pessoa envolvida.
Sadomasoquismo - (sadismo combinado com masoquismo):
Sadismo é a perversão daqueles que sentem prazer sexual, praticando violência física ou moral em pessoa de qualquer sexo ou em animais.
Masoquismo é quando o prazer sexual só é alcançado mediante sofrimento físico ou moral, com ou sem objetos.
Voyeurismo é quando o indivíduo sente prazer em espionar pessoas nuas ou tendo relações sexuais, sem o consentimento dos envolvidos.
Fetichismo é o interesse sexual restrito a algumas partes do corpo humano, como pés, mãos, nádegas, ou em alguma função fisiológica, ou ainda em peças íntimas, como calcinhas, cuecas, meias, etc. A mulher usa sapatos de salto alto, ou botas de cano longo, roupas de colegial, ou outra fantasia.

O QUE É NORMAL?

Não se pode estabelecer um limite entre o que é considerado normal e o que é perversão nas diferentes buscas de prazer sexual. Os conceitos são frutos das regras sociais estabelecidas entre os diversos povos. Alguns atos podem ser qualificados como "tara" em determinados grupos e, em outros, recebidos como normais. A masturbação tornou-se aconselhável para o reconhecimento do corpo, para descoberta do orgasmo e pra aliviar a tensão sexual acumulada.

As práticas sexuais com animais, tão antigas quanto freqüentes, são consideradas normais nas regiões rurais brasileiras, entre adolescentes e adultos que não possuem parceiras. Observando o sexo como uma força vital, relacionada aos seres humanos e aos animais, todos os atos prazerosos, aceitos de comum acordo entre as partes, seriam considerados próprios do instinto e, portanto, normais.

Já para as doutrinas religiosas, o ato sexual com o intuito de gerar filhos é o único considerado normal. E os consultórios médicos estão lotados de clientes com disfunções sexuais, causadas pelos dogmas contrários à natureza humana.

Maria de Lourdes Micaldas
lou@velhosamigos.com.br
Revisão: Anna Eliza Führich

Pesquisar Vovô Ama Vovó

Para acessar matérias anteriores,
clique na caixa abaixo. 

Qual a sua opinião sobre esta matéria?
Envie suas críticas e sugestões

Clique aqui

Deseja enviar esta página para um
"Velho Amigo"?

Clique Aqui