Logomarca Velhos Amigos
LITERATURA / CRÔNICAS

Espaço criado para a divulgação de crônicas publicadas em jornais, revistas, sites e blogs, enviadas pelos VelhosAmigos.

LER PRA ENTENDER

A internet mostra que o ser humano é muito mais falante e dono da verdade do que podíamos supor.

Autor: Zélia Duncan
Enviado por: Maria Clara

SONHAR NÃO CUSTA NADA

De sonho em sonho, ela flutua. Não sabe mais que dia é hoje, que horas são, quando é a próxima dose do medicamento, já se cansou de exames e de tudo isso, e acha que envelhecer é maravilhoso, a vida poderia dispensar o remédio amargo de vez em quando.

Autor: Marisa Bueloni mora em Piracicaba, SP. Formada em Pedagogia e Orientação Educacional.

ANTÍDOTO

Descobri, em Belo Horizonte, que Paulinho da Viola existia. Meus pais estavam em temporada de teatro na cidade e eu, criança, zanzava pelo hotel com duas atrizes da companhia, fãs do príncipe.

Autor: Fernanda Torres

A IDADE MUDA AS COISAS

Autor: JCA Melo
Enviado por: O autor: JCA Melo

 GASTE SEU TEMPO AO LADO DE PESSOAS...

Tenha sempre por perto aquela pessoa que te respeita e...

Autor: Autor: Josuel Pereira de Farias
Enviado por: Josuel / Joca

ELES SABEM TUDO SOBRE VOCÊ

Todos os seus dados digitais são captados por uma grande rede. Fazemos o papel de peixinhos

Autor: Walcyr Carrasco

AI DE TI, COPACABANA!

Ai de ti, Copacabana, porque eu já fiz o sinal bem claro de que é chegada a véspera de teu dia, e tu não viste porém minha voz te abalará até as entranhas.

Autor: Rubem Braga
Enviado por: Fernando Lopes de Almeida Soares

A IDA

Era um momento de ócio e expectativa. Na sua velha cadeira de balanço bastante surrada, como um pêndulo a movimentar-se, ela fazia um retrospecto mental de sua longa estada naquela também velha casa. Já passava dos noventa. Olhava para o teto, pouco mofado.

Autor: Sérgio Clos

O CAFÉ MAIS CARO DO MUNDO.

O café mais caro do mundo chama-se Kopi Luwak e é produzido na ilha de Bali. Custa mais de dois mil dólares o quilo. Não vou contar de que maneira ele é obtido para não estragar o romantismo da minha história. (O tio Google conta para vocês.)...

Autor: Sérgio Clos

PRAZERES DA MELHOR IDADE

A voz em Congonhas anunciou: Clientes com necessidades especiais, crianças de colo, melhor idade, gestantes e portadores do cartão tal terão preferência etc..

Autor: Ruy Castro
Enviado por: Horácio Cellette

CRÔNICA SOBRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DA ODEBRECHT

O plenário do Congresso estava vazio. Deputados e senadores correram para as suas salas. Queriam saber se o que estava na rádio corredor era verdade ou não. Era um momento de angústia geral. O que seria do parlamento se os boatos fossem verdadeiros?...

Autor: Heródoto Barbeiro

TU TENS UM MINUTINHO?

Era uma típica tarde de outono, a praça estava cheia. Mães empurrando seus carrinhos de bebê. Jovens passeando grudados em seus celulares...

Autor: Sérgio Clos

EU QUERIA SER...

Não queria  ser uma Martha Medeiros

Autor: Sérgio Clos

MEU AMIGO FREDO

É uma história (real) curta para uma vida longa. Começarei pelo final. Fredo nasceu em Zagreb, Croácia, tinha 84 anos quando faleceu. Faz três anos. Viveu seus últimos 20 anos no litoral norte do Rio Grande do Sul, e desses, fui seu vizinho durante dez anos. Eu era apenas veranista e ia uma vez por mês na casa. No verão permanecia mais tempo.

Autor: Sérgio Clos

UMA CARTA PARA O SENHOR TEMPO

Senhor Tempo: Resolvi escrever, pois afinal, são mais de noventa anos juntos.

Autor: Sérgio Clos

FACES VINCADAS

Agradeço ao tempo pelos vincos que me proporcionou ao longo das nossas existências, a minha e a dele. Diferente de tudo que pensamos o tempo não é só um conceito, é também um concerto e um conserto.

Autor: Sérgio Clos

MÚSICA DE QUALIDADE É A QUE FICA NA MEMÓRIA

Certa vez, assistindo ao Programa do Raul Gil, uma menina de mais ou menos 10 anos me chamou atenção pelo seu repertório musical. Ela cantava Elis Regina.

Autor: Carlos Delano Rebouças

ENVELHEÇO PARA A VIDA. PARA A ALMA, JAMAIS!

Não sou tão velho assim ou sou? Isso importa? A resposta é absolutamente simples: claro que não! O que importa não é idade cronológica, mas, sim, a idade da alma, aquela conectada ao sentimento puro do coração.

Enviado por: Valdir Quirino

COMO OS VELHOS CRONISTAS

Vou fazer uma experiência. Fazer como os velhos cronistas que sentavam na frente de uma máquina sem a menor ideia do que iam escrever. No meu caso há uma atenuante: estou lendo Rubem Braga.

Autor: Idevair Peres

NESSE CALOR?

Assim que abriu a porta do quarto, um animado Flávio viu a esposa, Carolina, estatelada na cama, com a toalha com a qual acabara de se enxugar depois do banho enrolada sobre o rosto e debaixo do ar condicionado ligado no máximo que ainda carregava consigo o cheiro do sabonete.

Autor: Antonio Tabet
Enviado por: Joana Marques

Acesse mais conteúdo de: CRÔNICAS clicando nos números das páginas abaixo.

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA